No Brasil, o ar-condicionado tem uma função primordial, principalmente nos dias de verão deste país tropical. Além de deixar o clima agradável dentro do veículo, o equipamento também funciona para desembaçar os vidros rapidamente.
Por essas e outras comodidades trazidas pelo ar-condicionado, o mau funcionamento do recurso pode representar uma grande dor de cabeça para o motorista e para os passageiros.
O ar-condicionado do seu carro não está gelando como deveria? Saiba o que pode ser e veja o que fazer para resolver o problema.

Possíveis causas para o mau funcionamento

Interior do carro
Se o ar-condicionado do seu carro não está funcionando, diversos fatores podem estar causando o problema. Entre eles está o filtro do dispositivo, que quando está entupido pode impedir a passagem de ar, fazendo com que o funcionamento seja comprometido.
A boa notícia é que o filtro do ar-condicionado é barato, não passando de R$ 40 na maioria dos casos. Além disso, o próprio dono do carro pode fazer a troca, seguindo o manual do proprietário, se preferir não recorrer a uma oficina mecânica.
Outro problema que pode causar o defeito é um vazamento do gás utilizado para refrigerar o ar. No caso dos veículos, pode ser o R12 ou o R134a, que se não estiver passando totalmente pelas conexões metálicas pode reduzir ou zerar a potência do ar-condicionado.
Para saber se esse é o problema, é possível utilizar água e sabão para verificar se há algum vazamento nestas conexões. Se o sabão borbulhar, você identificará o vazamento e saberá que é preciso levar o carro a um mecânico. Outra opção é seguir direto para a oficina.
O compressor do ar-condicionado automotivo também pode estar desgastado, com defeito ou sem lubrificação, o que pode causar o mau funcionamento do ar-condicionado. Neste caso, a manutenção não é barata e deve ser feita em uma oficina especializada.
Por fim, é possível que um problema elétrico esteja causando a falha no ar-condicionado. Neste caso, pode ser necessária a simples troca de um fusível ou à reparação complexa de uma placa eletrônica.
Por incrível que pareça, o ventilador elétrico do radiador do ar-condicionado automotivo também pode influenciar no funcionamento do sistema. A peça fica ao lado da ventoinha do radiador e pode parar de funcionar. É menos provável, mas não custa conferir se esse também não pode ser o problema.

Revisões periódicas

Odômetro
Todo esse trabalho, porém, pode ser evitado com revisões periódicas de seu veículo. Para um bom funcionamento do ar-condicionado, a recomendação é de que o equipamento passe por manutenção pelo menos a cada 12 meses.
O mais indicado é que você leve o seu carro às revisões periódicas sempre que atingir o tempo ou a quilometragem que o fabricante recomenda. Durante estas idas à concessionária, porém, é preciso certificar-se de que a pressão do gás e o filtro do ar-condicionado sejam checados e, se preciso, passados por algum tipo de manutenção ou troca.
Ao sentir algum problema ou algo diferente no funcionamento do ar-condicionado, também é hora de ir até a concessionária ou a uma oficina mecânica. Odores, vidros embaçados sem razão aparente, vazamento de água quando o equipamento não foi utilizado ou barulhos estranhos podem indicar que algo não vai bem.
Não deixe para depois ou você poderá passar calor quando mais precisar do ar-condicionado do seu veículo!
Painel